Clube Audio TT
Hoje é 
 Índice :

 ▶ Entrada

 ▶ O Clube

 ▶ Os Nossos Passeios

 ▶ Fottos

 ▶ Outros

 ▶ Novidades

 ▶ Links dos Sites Amigos

 ▶ Apoios

 ▶ Contactos


Site Meter

Número de pessoas que visitaram esta página !


Clube Audio TT

Todos os direitos reservados

2002 / ....


Esta página foi

actualizada em

18-Jun-2006

            Os Nossos Passeios ...

3º Passeio de 2006...

 

4º Passeio Audio TT por "Mixões da Serra"

3º Passeio do Clube Audio TT de 2006

 

   Junho é o mês dos feriados o que dificulta, por vezes, a realização de Passeios do Clube Audio TT, uma vez que uma boa parte dos seus membros acaba por tentar aproveitar esses mesmos feriados para fazer mini-férias.  De qualquer modo estava mais do que na altura de se realizar o nosso 3º Passeio de 2006 e foi o que fizemos no passado Sábado, dia 10.

   O "desafio" lançado era uma nova passagem por Sto. António de Mixões da Serra, onde já não íamos há 3 ou 4 anos, mas utilizando percursos radicalmente diferentes dos que tinham sido escolhidos nas vezes anteriores.

  

  

   Desta vez o número de participantes rondava as 3 dezenas, distribuídos por pouco mais do que uma dúzia de viaturas, e à hora marcada lá nos reunimos junto à Igreja do Alívio para iniciar o que se esperava vir a ser mais um dia bem passado.

   Por alguma razão que desconheço em absoluto, parece haver uma "incompatibilidade" entre este local e um certo jipe "Amarelo"...   Sendo já a 3ª vez que acontece, o que é facto é que mais uma vez o "Amarelo" exigiu "cuidados especiais" ao parar no Alívio !...    Desta vez tratou-se de uma correia que se desfez, mas felizmente existia um conjunto completo de correias, novo, pelo que foi "apenas" necessário substituí-las.

   Esta intervenção mecânica atrasou um bocadinho o início, mas não o suficiente para obrigar a alterações na Etapa da Manhã que, de acordo com o que estava planeado nos iria levar até Ponte da Barca, onde seria servido o almoço.

  

  

   Esta parte do percurso, prevista para a manhã, estava já referênciada como razoavelmente dura, tendo várias zonas com bastante pedra e com valas a exigir cuidados especiais de modo a evitar "atascanços".   Contudo, os participantes, de um modo geral, têm já uma experiência que começa a ser significativa e que permite ultrapassar sem contratempos especiais obstáculos que de outro modo seria eventualmente intransponíveis. 

   Para além da dureza do piso, havia ainda que contar com algumas zonas bastante fechadas pela vegetação que invadiu completamente uma parte considerável do trilho, ameaçando vir a torná-lo intransitável num futuro próximo.

   Na realidade, e apesar das dificuldades encontradas, há apenas a registar um verdadeiro "atascanço" (fundamentalmente causado por uma pequena distracção do condutor) e algumas "ameaças" de atascanço"...    O jipe que "atascou" ficou completamente assente por baixo e com as rodas mais ou menos no ar, tendo primeiramente que ser "guinchado" para trás, um pouco, e depois puxado para a frente de modo a sair das valas onde se encontrava.

  

  

   Como não podia deixar de ser, mais ou menos a meio da manhã foi disponibilizado o "Reforço da Manhã", com os "ingredientes do costume" - pão, queijo, fiambre, sumos, água e café.

   Vale ainda a pena referir que o percurso, para além de agradar pela sua componente Todo-Terreno um pouco mais duro, agradou tambem pela beleza das zonas atravessadas.

   As horas foram passando, os kms foram sendo percorridos e, muito próximo da hora programada lá estávamos nós a chegar a Ponte da Barca para o Almoço.

    

  

   Desta vez o Restaurante escolhido foi o "Varandas do Lima", onde nos esperava uma "Posta com Batata a Muro", para além das "Entradas" e da respectiva "Sobremesa", devidamente acompanhadas das bebidas da preferência de cada um.   O almoço agradou e a carne servida era de muito boa qualidade.

   A Etapa da tarde tinha uma extensão semelhante ao percurso de manhã, mas características completamente diferentes, como alías já era do conhecimento geral !....   Se a Etapa da manhã "apostava" em trilhos "duros" e "exigentes", já a Etapa da tarde assentava fundamentalmente em trilhos "rolantes"  ( que se vieram a revelar ainda mais "rolantes" fruto de algumas intervenções de manutenção realizadas após se terem efectuados os "reconhecimentos" ) e previa levar-nos até próximo de Terras de Bouro, não sem antes passarmos em Sto. António de Mixões da Serra, povoação que aliás dá origem ao nome deste Passeio.

  

  

   Sendo completamente verdade que o nível de dificuldade do percurso era bastante baixo, mesmo assim ainda foi possível experimentar uma ou outra zona um bocadinho mais exigente, nomeadamente uma subida em estilo "corta-fogo" razoavelmente inclinada e que nos levou ao topo de uma pequena colina com vistas interessantes e onde se fez a paragem para o "Lanche".

   Enquanto se ia lanchando, apreciando a paisagem, conversando um pouco, etc., alguns participantes aproveitaram a existência de um enorme penedo, mesmo a jeito, para colocar os respectivos jipes em posições mais ou menos acrobáticas, possibilitando a quem estivesse interessado uma inspecção detalhada da parte inferior das viaturas... ;-)

  

  

   O final do passeio estava já muito próximo, mas ainda houve a oportunidade de fazer uma nova paragem, desta vez junto a um café, para continuar um bocado mais na cavaqueira e aproveitar ao máximo da companhia de todos.

Era mais uma vez a hora das despedidas e dos agradecimentos ao Barroso e ao Costa ( que apesar de não ter podido participar no Passeio, colaborou nos "reconhecimentos" efectuados ) pelo bom trabalho efectuado.

Resta dizer que o próximo Passeio já vai sendo falado e, embora ainda não tenha data definida, não deverá demorar mais do que algumas semanas.

  

Rui Martins

Clube Audio TT

 

  Página dos Passeios       

 

O verdadeiro TT pratica-se com respeito pela Natureza !

         

Entrada ┃ O Clube  ┃ Os Nossos Passeios ┃ Fottos ┃ Outros ┃ Novidades ┃ Links ┃ Apoios ┃ Contactos